Produtos Veículos
ORÇAMENTO0 produtos

Notícias automotivas


COMPARTILHE

QR Code

Visualize em seu smartphone, tablet ou dispositivo móvel com a leitura do QR Code.


Dúvidas? Entre em Contato

AS NOVIDADES AUTOMOTIVAS ECOLÓGICAS DE GENEBRA

T- T T+

Carsale - A preocupação ecológica tem sido uma constante nos salões deste ano. Entre um lançamento e outro, as montadoras apresentam suas propostas de "futuro verde", muitas delas próximas da realidade. As tecnologias para eliminar ou minimizar a poluição agregam motores mais eficientes, combustíveis alternativos ou sistemas híbridos que, por sua vez, oferecem dois ou mais tipos de combustíveis para movimentar o automóvel.

 
 
 
 

O Salão de Genebra não é diferente. Marcas européias e americanas apresentaram suas soluções, "infiltradas" em carros de concepções diversas, de esportivos a off-roads. Como a Cadillac, que apresentou seu Crossover Provoq, de tecnologia híbrida. Apresentado pela primeira vez no Salão de Detroit, em janeiro, ele se locomove com a ajuda de três motores elétricos - um na dianteira, de 70 kW, e dois traseiros, de 40 kW cada. A energia é obtida por uma célula de hidrogênio, que abastece uma bateria de íon-lítio. O resultado é vapor d'água, fruto da oxidação do hidrogênio no processo e nível zero de poluição.

A Toyota levou o 1/X Plug-In Híbrid, já mostrado em Chicago, neste ano. Ele combina um minúsculo motor de 500cc, com tecnologia flex (aceita tanto álcool como gasolina). Esse motor recarrega a bateria de íon-lítio, que, por sua vez, envia energia a um motor elétrico, permitindo uma autonomia de 600 quilômetros ao pequeno carro. A tecnologia híbrida também é a estratégia da Volkswagen, com o Golf TDi Hibrid. Ele combina um inédito motor 1.2 turbo de três cilindros, movido a diesel, e um motor elétrico. Eles podem trabalhar em conjunto ou separados, conforme o condutor desejar. Com isso, consegue-se um consumo de mais de 30 km/l e emissão de 89 g/km de CO2.

A BMW aprimorou o desenvolvimento dos motores diesel, apresentando um BMW X5, denominado Vision EfficientDynamics, com motor 2.0 biturbo, de quatro cilindros, movido à diesel, e um motor elétrico auxiliar. Isso permite um consumo de 15,4/l e emissão de 172 g/km de CO2. Enquanto o motor diesel - o primeiro a gerar mais de 100 cv/litro - responde por 204 cv e 40,8 kgfm, o elétrico contribui com 20 cv e 21,4 kgfm. Nas frenagens, a energia da bateria é recarregada.

A Skoda adotou a redução de peso, e de arrasto aerodinâmico para o sedã Superb Greenline. Equipado com um motor 1.9 TDI de 105 cv, ele teve sua aerodinâmica revista, além de relações de marcha mais longas e troca de componentes por outros feitos de materiais mais leves. Até os pneus são fabricados com compostos que diminuem o arrasto ao rodar. Ainda como conceito, a Saab apresentou o 9-X BioHybrid, um hatch médio de duas portas, que conta com motor elétrico para rodar em baixas velocidades e um motor 1.4 turbo que opera tanto com E85 (álcool com 25% de gasolina) como com gasolina pura, com 200 cv. Com E85, chega à máxima de 216 km/h e faz o 0 a 100km/h em 7,9 segundos.

A Fiat mostra o 500 Aria Concept, ecológico no dia-a-dia e na concepção: além de contar com motor diesel 1.3 multijet 16V, com filtro anti-partículas, atendendo a norma Euro 5 e sistema Start-Stop - que desliga o motor em paradas -, têm o interior produzido através de materiais recicláveis. Por fim, a Mercedes-Benz com seu Vision GLK Freeside Bluetech Hybrid. O nome longo apresenta um motor diesel 2.2l com turbo de geometria variável e alta pressão de injeção de diesel. Ele trabalha em conjunto com um motor elétrico que faz com que a potência vá para 224 cv, enquanto seu consumo seja de 16,9 km/l.

(Rodrigo Leite)
13/03/2008

Sustentabilidade

A HDS não efetua venda direta ao consumidor!
Top of page Top
Desenvolvido por iGRO