Produtos Veículos
ORÇAMENTO0 produtos

Notícias automotivas


COMPARTILHE

QR Code

Visualize em seu smartphone, tablet ou dispositivo móvel com a leitura do QR Code.


Dúvidas? Entre em Contato

O SALÃO E O MEIO AMBIENTE

T- T T+

Agência AutoInforme - O salão do automóvel mostra alguns projetos em relação ao cuidado com o meio ambiente, redução de emissões, produção de motores limpos. São carros híbridos, motores elétricos, equipamentos que reduzem consumo.

Mas a discussão do meio ambiente é muito menor aqui do que ocorreu nas últimas edições dos principais salões internacionais, notadamente no Salão de Frankfurt, no ano passado, e no Salão de Paris, este ano.

Os estrangeiros dão muito valor para as questões ambientais, mas isso pode ser apenas marketing, pois continuam construindo carros grandes, motores potentes e gastões.

A maioria das propostas ambientalmente correta ainda faz parte dos sonhos. Os mesmos carros híbridos, os mesmos motores elétricos são apresentados ano após ano, mas pouca coisa concreta a gente vê nas ruas.

Ao contrário, o Brasil tem o carro flex que é uma realidade. É verdade que a sua criação não teve como mote a preocupação com o meio ambiente, mas o resultado em relação à redução de emissões de poluentes é excepcional.

E País já consome, hoje, mais álcool do que derivados de petróleo.

O carro flex é de uma importância extraordinária para o meio ambiente. Ele só é pouco divulgado internacionalmente. O bicombustível tem uma dimensão muito maior do que as propostas localizadas que a gente vê em todo o mundo e também no Salão do Automóvel, como carros híbridos, os elétricos, os sistemas de redução de combustíveis. Que são bem vindos, é claro, mas que até hoje (com raras exceções) só servem para mostrar uma boa intenção.

Toda iniciativa para melhorar as condições de vida é válida, desde que seja uma ação que resulte em soluções efetivas. Há anos que a gente ouve falar de uso de material reciclável em veículos: fibras naturais, casca de coco etc. Mas qual a participação disso na indústria automobilística? Qual o peso dessas ações para a Economia como um todo? Com certeza, é infinitamente menor do que o retorno de imagem que as questões ambientais proporcionam a quem as executa.

As propostas verdes

A Fiat construiu um carro conceito híbrido, o FCC2, com dois motores: um à gasolina e outro elétrico. O carro é feito de material reciclado e fibras naturais.

A Volks apresentou um carro conceito pequeno, o Space-UP, com motor a gasolina e elétrico. A empresa mostra um projeto, um pacote de ações na construção do carro que o faz consumir 15% menos. Será aplicada, a partir deste mês, no Pólo e em seguida no Fox e no Gol.

A Ford vai lançar um projeto para usar material reciclado e fibra de sisal na confecção de partes plásticas do carro.

Toyota R 1 X, o carro conceito para reduzir emissões, é um híbrido: motor elétrico, com motor flex.

A Citroën mostra em seu estande o sistema para e anda desenvolvido pela Bosch, que desliga o motor do carro quando ele para no farol ou no trânsito. O motor volta a funcionar quando o motorista pisa na embreagem. O sistema reduz as emissões exatamente onde a poluição é mais concentrada, nas esquinas dos semáforos, quando os motores estão funcionando e jogando gases na atmosfera.

Joel Leite

13/11/2008

Sustentabilidade

A HDS não efetua venda direta ao consumidor!
Top of page Top
Desenvolvido por iGRO